A mostrar as 53 mensagens mais recentes de 68 de Janeiro 2010. Mostrar mensagens mais antigas
A mostrar as 53 mensagens mais recentes de 68 de Janeiro 2010. Mostrar mensagens mais antigas

domingo, 31 de Janeiro de 2010

Investimento da Câmara Municipal de Sintra não é proporcional e prejudica Queluz

O Plano Plurianual de Investimentos da Câmara já aprovado não é proporcional face aos cidadãos das várias cidades/vilas do concelho. Queluz é a cidade (área de influência) mais prejudicada em todo o município e a que tem mais cidadãos.

Em quatro anos e em Queluz, a Câmara Municipal de Sintra investirá €150 por cada cidadão eleitor, cinco vezes menos do que em Agualva-Cacém €805. Na vila de Sintra o investimento será de €435 e no restante concelho €563.

Queluz
  • Investimento(€): 14,321,275
  • Eleitores: 95,025
  • Investimento por eleitor (€): 150
Agualva-Cacém
  • Investimento(€): 50,046,420
  • Eleitores: 62,208
  • Investimento por eleitor (€): 805
Sintra
  • Investimento(€): 17,407,700
  • Eleitores: 39,991
  • Investimento por eleitor (€): 435
Restante concelho:
  • Investimento(€): 50,726,250
  • Eleitores: 90,120
  • Investimento por eleitor (€): 563
Cidades/Vilas em análise: Sintra (São Martinho, São Pedro de Penaferrim, Terrugem, Santa Maria e São Miguel e São João das Lampas, Colares), a cidade de Agualva-Cacém (Mira-Sintra, Cacém, Agualva, São Marcos), a cidade de Queluz (Massamá, Monte Abraão, Queluz, Belas, Casal de Cambra, Almargem do Bispo) e o restante concelho (Algueirão-Mem Martins, Montelavar, Pêro Pinheiro, Rio de Mouro)

Orçamento: Queluz é prejudicado por pertencer ao município de Sintra

A cidade de Queluz, com mais de 100 mil habitantes, é a cidade que mais perde ao estar integrada no concelho de Sintra. A Câmara Municipal de Sintra vai investir mais de 3 vezes mais na cidade de Agualva-Cacém do que na cidade de Queluz. Em Algueirão Mem-Martins o cenário é o mesmo. Até na vila de Sintra o investimento será maior e nestes dados não foram considerados os investimentos nos edifícios da Câmara.

Os números podem ser consultados no gráfico ao lado e representam o investimento da Câmara nos próximos quatro anos.

Como chegámos a estes números?

O Cidadania Queluz analisou o Plano Plurianual de Investimentos da Câmara Municipal de Sintra e de um total de 188 milhões de euros apurámos 132 milhões de euros.

O critério foi não contabilizar os investimentos gerais em todo o concelho como a sinalização, arquivo municipal e obras do género. Foram identificados os investimentos/obras em concreto com um local específico e com alvos específicos.

Dividimos o concelho em 4 locais: Sintra (São Martinho, São Pedro de Penaferrim, Terrugem, Santa Maria e São Miguel e São João das Lampas, Colares), a cidade de Agualva-Cacém (Mira-Sintra, Cacém, Agualva, São Marcos), a cidade de Queluz (Massamá, Monte Abraão, Queluz, Belas, Casal de Cambra, Almargem do Bispo) e o restante concelho (Algueirão-Mem Martins, Montelavar, Pêro Pinheiro, Rio de Mouro)

sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010

Joaquim Raposo afinal não é arguido : DCIAP e Polícia Judiciária em conflito

Pinto Monteiro
Ao que apurou o Diário de Notícias, a Unidade Nacional contra a Corrupção da Policia Judiciárias notificou Joaquim Raposo da sua constituição como arguido, mas o Departamento Central de Investigação e Acção Penal não terá validado a acção da Polícia Judiciária.

A procuradora Antonieta Borges do DCIAP tinha 10 dias para validar a decisão da Polícia Judiciária, mas optou por não o fazer. Desta forma, pode concluir-se que Joaquim Raposo e outros notificados não são arguidos.

O Diário de Notícias apurou ainda que Antónia Borges não validou a decisão da Polícia Judiciária pois Joaquim Raposo foi constituído arguido sem que tivesse acesso ao resumo dos factos que constam no processo contra o mesmo.

Polícia Judiciária não quer deixar prescrever caso de uma alegada corrupção com empreiteiros

Em defesa, a Polícia Judiciária afirmou ao DN que apenas optou pela constituição de arguido pois possibilita que o processo não prescreva, dado que a partir desse momento os prazos ficam suspensos.

A Polícia Judiciária já propôs ao Ministério Público a detenção de 14 suspeitos para primeiro interrogatório, no entanto, o MP só autorizou mandatos de busca já feitos no ano de 2005.

Mulher morre trucidada por um comboio na estação de Queluz-Belas

Por volta das 10H00 de hoje, uma mulher foi trucidada por um comboio na estação de Queluz-Belas. O local foi perto da passagem de Queluz até ao mini-mercado desactivado de Monte Abraão.

O comboio que trucidou a mulher vinha de Sintra com destino ao Rossio. No local esteve o INEM e vários agentes da autoridade.

Segundo fontes não confirmadas tratava-se de uma mulher acompanhada do marido que se suicidou atirando-se para a linha do comboio.

quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

Petição pela instalação de um Centro de Emprego na cidade de Queluz

Centro de Emprego da Amadora
Todas as manhãs, no Centro de Emprego da Amadora formam-se filas para inscrições no desemprego. Com o limitado atendimento verificado, muitos cidadãos desempregados vêem-se impossibilitados de efectuar a sua inscrição na primeira deslocação. Um Centro de Emprego sobrecarregado não consegue dar respostas adequadas e atempadas aos cidadãos desempregados.

A cidade de Queluz (e freguesias da área de influência: Barcarena, Belas e Casal de Cambra) têm em média 6.000 desempregados inscritos no Centro de Emprego da Amadora. No total, o Centro de Emprego da Amadora tem 14.000 desempregados, dos quais 6.000 são da cidade de Queluz.

A situação na cidade de Lisboa é diferente: existem 4 Centros de Emprego, cada um com 6000 desempregados em média, com a excepção de Alcântara, que tem menos de 3000 desempregados inscritos.

Face a estes dados que mostram uma desigualdade entre Queluz/Amadora e Lisboa, consideramos que é do interesse do Estado, e de Queluz em especial, a criação de um Centro de Emprego na cidade de Queluz.

A criação desta estrutura permite às freguesias de Casal de Cambra, Queluz, Massamá, Monte Abraão, Barcarena e Belas terem um Centro de Emprego mais próximo e mais activo junto das empresas da cidade, o que leva à execução de uma política de emprego mais activa.

Sugere-se ainda que a freguesia de Almargem do Bispo passe para este novo Centro de Emprego, o que irá melhorar a capacidade do Centro de Emprego de Sintra.

Os signatários,
(os dados pessoais das assinaturas não serão divulgados na internet)

BES e Câmara Municipal da Amadora em desacordo quanto à propriedade do terreno que soterrou a CREL

Ante-ontem, um vereador da Câmara Municipal da Amadora afirmou que um fundo do BES era o dono do terreno que soterrou a CREL. Ontem o BES desmentiu afirmando que apenas geria o terreno e não era o proprietário. Hoje, o presidente da Câmara Municipal da Amadora vem afirmar novamente que o Grupo Espírito Santo é o proprietário do terreno especificando o fundo: Edifundo.

"Temos o registo de que aquele terreno pertence ao Edifundo do Grupo Espírito Santo. É a única certeza que a Câmara Municipal da Amadora tem. Há documentos e qualquer um pode confirmar" afirmou Joaquim Raposo à agência Lusa.

Recorde-se que o terreno desabou na sexta-feira passada e quase uma semana depois, a Câmara Municipal da Amadora diz imputar os custos ao Grupo Espírito Santo, enquanto o Grupo Espírito Santo diz que "as terras que desabaram vêm de um aterro, que é da câmara.”

Trabalhos de remoção de terras podem durar semanas

Quase uma semana depois do soterramento da CREL, ainda só foi removido 10% das terras desconhecendo-se para já onde estão a ser colocadas.

Julgados de Paz: mais celeridade e menores custos

O recurso aos Julgados de Paz tem duas vantagens: o custo e a celeridade. Têm uma taxa única de 70 euros que pode ser repartida entre as duas partes. Se a situação ficar resolvida por mediação o custo é de apenas 50 euros. Ainda está aberta a possibilidade de existir apoio judiciário nos casos previstos pela lei. A celeridade normal é de 2 meses.

Que casos podem ser resolvidos nos Julgados de Paz?

Apenas o Direito da Família, Direito das Sucessões e Direito do Trabalho não podem ser resolvidos nos Julgados de Paz. Podem ser julgados os seguintes exemplos: entrega de coisas móveis; direitos e deveres dos condóminos; passagem forçada momentânea, escoamento natural de águas, obras defensivas das águas, abertura de janelas, portas, varandas e obras semelhantes; posse, usucapião e acessão; arrendamento urbano, exceptuando o despejo; responsabilidade civil, contratual e extracontratual; incumprimento de contratos e obrigações; pedidos de indemnização cível em virtude da prática de crime, quando não haja sido apresentada queixa ou havendo lugar a desistência de queixa, emergentes de crimes de ofensas corporais, difamação, dano, furto, injúrias, alteração de marcos, burla para obtenção de alimentos, bebidas ou serviços.

O caso do gato Peruças


Em Abril de 2008 foi julgado o caso do gato Peruças. O gato "de cor esbranquiçada com riscas pretas" foi encontrado na rua e foi entregue ao Gatil da Câmara Municipal de Sintra. Como o gato não estava identificado nem chipado foi entregue a um novo dono.

De alguma forma, a dona do gato do Peruças, que agora tinha o nome de Bibble, soube dessa situação e recorreu ao Julgados de Paz de Sintra para reaver o gato (trata-se de uma coisa móvel segundo o Direito).

A recém-dona do agora Bibble discordou da entregua, uma vez que a sua família ja tinha uma ligação emocional ao gato e efectuado varias despesas. Sustentou ainda que a sua anterior dona só 15 dias depois do desaparecimento procurou pelo Peruças no gatil.

No decorrer da mediação, a recém dona do Bibbles ainda acedeu devolver o Bibbles com a condição da primeira dona pagar as despesas veterinárias que entretanto ja tinha tido com o Peruças: €329,33.

Depois desta exigência, a primeira dona não voltou a apresentar-se e não justificou a falta. Foi declarada "extinta a instância, por desistência do pedido" e a primeira dona foi condenada ao pagamento das custas.

Mais processos: mais documentação

Pode sempre recorrer aos Julgados de Paz contra entidades que entenda responsáveis, no entanto, para vencer alguma causa é necessário que esteja devidamente documentado (provas) para o Juíz de Paz decidir a seu favor.

Localização dos Julgados de Paz

À semelhança de todos os serviços, os Julgados de Paz de Sintra não escaparam: localizam-se na vila de Sintra. Chega a ser curioso os Julgados de Paz de Lisboa ficarem mais próximos da cidade de Queluz do que os de Sintra.

Enquanto os Julgados de Paz de Sintra ficam a 22 minutos de carro, a cerca de 16Km, já os Julgados de Paz de Lisboa ficam a 11Km.

O Gabinete para a Resolução Alternativa de Litígios foi contactado no sentido de se apurar se um cidadão de Queluz poderá recorrer aos Julgados de Paz de Lisboa devido à sua proximidade.

BES rejeita responsabilidades no soterramento da CREL

O Banco Espírito Santo afirmou hoje ao Público que não é o proprietário do terreno que soterrou a CREL. A ESAF (fundo Edifundo) do BES apenas gere o terreno, mas o seu proprietário é a empresa Obriverca.

Um porta-voz do BES disse ao jornal Público que “as terras que desabaram vêm de um aterro, que é da câmara, e passam por cima do que é gerido pela ESAF." Salientou ainda que “não está ainda minimamente determinada a origem e a responsabilidade da derrocada.”

O BES vem assim desmentir Gabriel Oliveira, vereador na Câmara Municipal da Amadora.

Recorde-se que ontem, a Câmara Municipal de Amadora disse que ia imputar os custos de remoção das terras e drenagem dos terrenos ao seu proprietário que seria um fundo do Grupo Espírito Santo. Agora o Banco Espírito Santo afirma que “as terras que desabaram vêm de um aterro, que é da câmara."

Esta situação poderá só resolver-se nos tribunais. No início houve uma guerra de palavras entre a Brisa e Câmara de Amadora. Ontem reuniram e abriram guerra ao proprietário dos terrenos referindo que os custos seriam imputados. Agora o proprietário dos terrenos não é o indicado pela Câmara referindo que apenas gere o terreno. No fim o proprietário dos terrenos é uma empresa de Vila Franca de Xira em Alverca do Ribatejo: a Obriverca. O porta-voz do BES afirma ainda que as terras que soterraram a CREL vêm de um aterro da Câmara da Amadora.

Plano Plurianual de Investimentos do município de Sintra na cidade de Queluz

No Plano Purianual de Investimentos da Câmara Municipal de Sintra já se pode ter uma percepção dos investimentos do Município de Sintra na cidade de Queluz e área de influência.

quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010

Grupo Espírito Santo é proprietário do terreno que soterrou por completo 6 faixas da CREL

Na CREL, todas as as faixas de rodagem ficaram soterradas por um terreno, o que levou ao corte desta via entre Queluz e Belas. Segundo o que a Agência Lusa apurou, através do vereador Gabriel Oliveira da Câmara da Amadora, o proprietário dos terrenos é um fundo imobiliário do Grupo Espírito Santo.

A Brisa e a Câmara Municipal da Amadora estiveram esta tarde reunidos e chegaram à conclusão de que existe "a necessidade de intervir imediatamente fora e dentro da área da concessão da CREL para a rápida regularização da circulação rodoviária."

A Lusa tentou contactar o Banco Espírito Santo, mas ainda não recebeu qualquer resposta.

Brisa alertou previamente a autarquia da Amadora

Antes do deslizamento de terras acontecer, a Brisa, entidade concessionária da CREL, alertou previamente a autarquia.

No local da concessão, a Brisa tem em permanência 60 camiões para retirar as terras pois em continuidade com a CREL está o Aqueduto das Águas Livres, património classificado, sob a ameaça de ficar soterrado.

Brisa e Câmara da Amadora vão imputar custos ao dono dos terrenos

Na reunião de hoje entre a Brisa e a Câmara Municipal da Amadora, ficou decidido que estas duas entidades vão imputar os custos ao dono do terreno.

A Cãmara Municipal da Amadora comunicou hoje que "dada a gravidade que o corte da circulação rodoviária está a desencadear, foi já feito um levantamento técnico dos problemas subjacentes a esta questão."

A autarquia da Amadora alertou hoje que "a intervenção imediata para a abertura da CREL, a resolução definitiva na estabilização dos terrenos em causa e a imputação dos custos e prejuízos ao proprietário dos terrenos".

Junta de Freguesia de Belas diz que aconteceram "depósitos de empresas construtoras."


Guilherme Dias foi claro ao jornal I quando refere que são as empresas construtoras que colocaram terra naquele local que agora a retiram. São "depósitos de empresas construtoras, as mesmas que estão lá a tirar a terra," referiu.

Já o Instituto de Infra-Estruturas Rodoviárias refere que "não há informação sobre isso. Neste momento a prioridade praticamente única é libertar a via de terras e estabilizá-las. O resto há-de resolver-se".

Transportes da Grande Lisboa centralizados em Lisboa

Todos os transportes colectivos estão direccionados a Lisboa e não existem ligações entre os concelhos limítrofes. Por exemplo, um morador de Odivelas que trabalhe em Oeiras tem de utilizar a CREL se não quiser perder tempo nos transportes.

A Comissão para a Mobilidade Sustentável do Concelho de Sintra refere que situação mostra "que devem ser feitos mais investimentos nos transportes colectivos rodoviários e ferroviários para atenuar a dependência existente em relação aos veículos automóveis".

Francisco Assis em Queluz

O Partido Socialista de Queluz organiza uma iniciativa no âmbito do PS ConVida com o tema Governar Sem Maioria, Vencer a Crise.

O convidado é Francisco Assis, presidente do Grupo Parlamentar do Partido Socialista na Assembleia da República.

Francisco Assis estará assim na cidade de Queluz, Complexo Desportivo do Real Sport Club em Monte Abraão no dia 28 de Janeiro pelas 21H00, Quinta-Feira.

Município de Sintra com mais receitas do Orçamento de Estado

O município de Sintra ira receber em 2010 mais dinheiro do Orçamento de Estado. Se o aumento das receitas no IRS não é relevante, já o Fundo de Equilíbrio Financeiro é o que mais contribui para o aumenta de receitas. O Fundo Social Municipal também aumentou.

Em 2010, o município de Sintra irá receber mais 1.841.128 de euros face a 2009.

Comparação entre o ano de 2009 e 2010:

IRS
2009 15.798.194
2010 15.809.393

FEF FINAL
2009 15.046.974
2010 16.563.517

FSM
2009 5.977.392
2010 6.290.778

Total
2009 36.822.560
2010 38.663.688

Orçamento de Estado: receitas das Juntas de Freguesia de Queluz em 2010

Todas as Juntas de Freguesia da cidade de Queluz e área de influência vêem aumentadas as receitas que provêm do Orçamento de Estado. Existe contudo uma excepção: Almargem do Bispo.

Comparação entre 2009 e 2010:

Freguesia de Queluz

2009 198 666
2010 208 599

Freguesia de Massamá

2009 137 636
2010 144 518

Freguesia de Monte Abraão
2009 133 968
2010 140 666

Freguesia de Almargem do Bispo

2009 166 146
2010 161 992

Freguesia de Casal de Cambra
2009 80 252
2010 84 265

Freguesia de Belas
2009 164 780
2010 173 019

PIDDAC: Governo investe 250 euros na cidade de Queluz

Se no ano de 2009 o investimento directo do Estado (no PIDDAC) na cidade de Queluz foi nenhum. Em 2010 o investimento será de 250 euros.

O projecto em questão apenas vem com a descrição "Massamá (Ext CS Queluz)" desconhecendo-se portanto para que servirão os 250 euros.

Mais uma vez o Governo adia o investimento na extensão de Saúde de Belas e dos Lusíadas do Centro de Saúde de Queluz, no entanto, o mesmo Governo irá investir 25.000 euros na construção do edifício sede dos Sonâmbulos Futebol Clube em Tavira. Um valor 100 vezes superior ao investimento na cidade de Queluz: 250 euros.

Desempregados de Queluz continuam a ter de ir à Amadora

Apesar do número de desempregados inscritos da cidade de Queluz já ser superior a 5000, os desempregados continuam a ter de ir a Amadora. A construção de um centro de emprego na cidade de Queluz também não está prevista.

De recordar que os Centros de Emprego em Lisboa têm cada um cerca de 5000 desempregados inscritos (à excepção de Alcântara com um numero inferior).  Já os cidadãos de Queluz são discriminados pelo Estado quando partilham um Centro de Emprego noutra cidade já com mais de 14000 inscritos (o de Amadora).

segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

Em 2009, mais de 45 milhões de viaturas passaram pelo IC19 em Queluz

IC19 Queluz
Em 2009, segundo dados da Estradas de Portugal, passaram no IC19 (Palácio de Queluz) cerca de 45 milhões de veículos, e este número peca por defeito. A percentagem de veículos pesados foi de 2,6%.

Há um ano atrás, no dia 26 de Janeiro (uma segunda-feira), circularam pela IC19 (Palácio de Queluz) 145 mil veículos. A hora de maior tráfego foi no período entre as 17H00 e as 18H00, onde circularam 10.000 veículos, enquanto a hora de menor tráfego, entre as 3H00 e as 4H00, circularam apenas 500 veículos. Já o período onde circularam mais pesados foi das 10H00 às 11H00.

Quando os dados de hoje estiverem disponíveis será interessante verificar os efeitos da CREL fechada entre Queluz e Belas no IC19. Através dos dados disponibilizados aqui também se poderá verificar o efeito da abertura da A16 no tráfego do IC19.

Alternativas à CREL

Imagens do helicóptero da TVI mostraram hoje que a CREL ficou totalmente soterrada. Foi por pouco que as terras não atingiram o Aqueduto das Águas Livres em Belas.

A BRISA já forneceu alternativas à CREL, no entanto, para quem vive na cidade de Queluz e trabalha em Lisboa, a melhor alternativa poderá ser o comboio ou então o metro na estação Amadora Este. Enquanto a CREL estiver fechada, a IC19 e a 2ª Circular ficarão ainda mais congestionados.

Uma alternativa às sugestões da Brisa com ligação à A8, A1 e Ponte Vasco da Gama é a IC17 com entrada pela Brandoa, no concelho da Amadora.

Alternativas da à CREL (fornecidas pela Brisa):
  • para quem vem do Norte ou do Oeste por auto-estradas como a A1 ou a A8, e particularmente para o trânsito de pesados, a Brisa sugere a opção pela 2ª Circular/CRIL. No caso da opção ser a CREL, os automobilistas deverão optar por sair no Nó de Odivelas, utilizando o IC 22 e o Eixo Norte/Sul.
  • para o tráfego proveniente da linha de Sintra, com destino à zona norte de Lisboa, a Brisa sugere a opção pelo IC19 em direcção a Lisboa
  • para o tráfego proveniente da linha de Cascais a Brisa sugere a A5, até ao centro de Lisboa ou, em alternativa, realizar o percurso A5/CRIL/2ª Circular
  • para os automobilistas originários de Norte que, ainda assim, optem pela CREL, a Brisa sugere a saída no Nó de Belas seguindo a sinalética provisória de desvio com as indicações Belas/Idanha/A16. O trânsito proveniente do IC16 poderá também optar por sair para a Amadora (junto ao Centro Comercial Dolce Vita Tejo) em direcção ao IC19
  • para o trânsito proveniente de Sul, por exemplo, pela Ponte Vasco da Gama, a Brisa sugere a 2ª circular e o Eixo Norte/Sul.

domingo, 24 de Janeiro de 2010

Polícia Judiciária investiga aterro em Belas

A edição de hoje do jornal Público noticia que a Polícia Judiciária já está a investigar o aterro em Belas junto ao Estabelecimento Prisional da Carregueira.

O Público confirmou junto de uma das brigadas que averiguam casos de corrupção e delitos económicos e financeiros a existência de um inquérito.

Empreiteiros, serviços camarários e até militares estão a ser investigados pela Polícia Judiciária. Ainda não existem arguidos, no entanto, segundo o Público os valores em causa podem ser superiores aos do processo Face Oculta.

Recorde-se que o presidente da Câmara Municipal de Sintra, quando questionado por Ana Gomes em reunião de Câmara (2009-11-11), afirmou que estava em causa a "dignidade do Estado de Direito Democrático." Um processo que na Câmara Municipal de Sintra já tinha 3 anos onde se aguarda pela a actuação da CCDR-LVT.

Saúde no concelho: PCP apresenta propostas para o PIDDAC

O deputado Bernardino Soares do Grupo Parlamentar do PCP esteve em Queluz no dia 19 de Janeiro onde apresentou várias propostas para o PIDDAC. Mais investimento em infraestruturas por parte do Ministério da Saúde é o que exige o PCP:

Construção Hospital de Sintra
Desde o tempo do governo de António Guterres, passando por Durão Barroso, Pedro Santana Lopes e José Sócrates, já todos anunciaram o desbloqueamento de verbas para a construção deste hospital. Até agora não se fez nada. Esta proposta tem sido sucessivamente apresentada pelo Grupo Parlamentar do PCP

Construção Centro de Saúde Queluz
A freguesia de Queluz tem cerca de 30 mil habitantes.
O actual centro de Saúde localiza-se num prédio de habitação, sem condições para funcionar.

Construção Centro de Saúde em Belas
Também aqui o actual centro de Saúde se localiza num prédio de habitação, extremamente degradado sem condições para funcionar.

Construção Centro de Saúde de Agualva
O actual centro de saúde funciona num prédio de habitação em avançado estado de degradação. O acesso faz-se por uma íngreme escada bastante perigosa no Inverno.

Construção Centro de Saúde da Abrunheira
Esta localidade situa-se na freguesia de São Pedro de Penaferrim e encontra-se praticamente isolada em termos de acesso a cuidados de saúde. É a localidade com mais população da freguesia de S. Pedro..

Construção Centro de Saúde de Sintra

Este centro de saúde servirá as freguesias de São Martinho, São Pedro de Penaferrim, Santa Maria e São Miguel. O actual centro de saúde de Sintra funciona num prédio de habitação sem as condições adequadas.

Construção Centro de Saúde da Rinchoa/Fitares

A freguesia de Rio de Mouro tem mais de 50 mil habitantes.

Impunidade : desastre ambiental em Trajouce sem responsáveis

O Bloco de Esquerda considera "incompreensível que o actual governo continue a ser pouco exigente perante a má gestão de resíduos."

Quando "os custos ambientais das ilegalidades cometidas, será pago pelos contribuintes e terá o custo de vários milhões de euros," o Bloco de Esquerda questionou o Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território (MAOT) sobre o "apuramento de responsabilidade das ilegalidades cometidas."

Como resposta, "Sua Excelência a Ministra do Ambiente e do Ordenamento do Territério" respondeu que a "operação de fiscalização" "abrange todo o tipo de operadores, independentemente do seu estatuto (público ou privado) e da tipologia de resíduos e instalações em causa."

Tratolixo responsável pelas "medidas necessárias" à "reparação"


Segundo o MAOT, cabe à "Tratolixo a tomada das medidas necessárias para a reparação da situação."  Na resposta do MAOT pode verificar-se assim que não existirá uma investigação sobre o que se passsou. O Bloco de Esquerda de Cascais, Oeiras e Sintra lamentou esta semana "que o manto de silêncio em torno deste desastre ambiental não seja levantado e continuará a pugnar pelo esclarecimento cabal de todo o mistério em torno da Tratolixo e da lixeira de Trajouce. "

sábado, 23 de Janeiro de 2010

CREL cortada entre Queluz e Belas por tempo indeterminado

A CREL vai estar encerrada entre Queluz e Belas depois de um deslizamento de terras e da queda de postes de alta tensão entre o túnel de Carenque e o nó de Belas.

O deslizamento iniciou-se às seis da manhã de ontem e a resolução deste problema deverá demorar vários dias.

A CREL permanecerá assim encerrada entre Queluz e Belas por tempo "indeterminado."

Devido a este corte é previsível que muito do tráfego seja agora direccionado para o centro de Lisboa. Como alternativa pode circular pela IC17/A8, com entrada no Alto da Branda, no concelho da Amadora.

Cidade de Queluz sofreu apagão na madrugada de ontem

Ontem, por volta das três da manhã houve um apagão na cidade de Queluz que durou cerca de um segundo. Desconhece-se se a causa terá sido a queda dos postes de alta tensão.

Reportagem da SIC

Obras na Miguel Bombarda obrigam a alterações no trânsito

A Junta de Freguesia de Queluz comunicou hoje que as obras na Avenida Miguel Bombarda vão causar alterações no trânsito nas próximas semanas.

A principal alteração ocorre na ponte do rio Jamor que liga Monte Abraão à freguesia de Queluz. A partir do dia 26 de Janeiro, todos os automóveis que vêm de Monte Abraão pela Avenida General Humberto Salgado só poderão entrar na freguesia de Queluz. Quem quiser deslocar-se a Monte Abraão deverá fazê-lo ou pela estrada da Xetaria em Belas, ou pela Estação de Monte Abraão. Esta situação deverá manter-se até finais de Fevereiro.

No mês de Março, a ponte abrirá novamente ao trânsito nos dois sentidos, no entanto, a parte superior da Avenida Miguel Bombarda estará cortada ao trânsito. Ora quem se quiser deslocar de Monte Abraão ou da freguesia de Queluz terá de o fazer através da estrada da ribeira de carenque, perto do Pendão, ou através da estrada da xetaria.

Comunicado da Junta de Freguesia de Queluz

Para dar continuidade às obras de requalificação da Avenida Miguel Bombarda há necessidade de proceder a novos cortes de trânsito, agora que a etapa mais complexa chegou ao fim.

No sentido de minorar o impacto negativo da fase final da obra, e uma vez que existirão condicionantes à normal circulação de pessoas e veículos, vimos informá-lo das alterações de tráfego e sinalização que irão ser efectuadas a partir de 26 de Janeiro.

Tais alterações decorrerão em três fases consecutivas, a saber:

I Fase ( duas semanas) :
  • A obra decorrerá na Av. General Humberto Delgado
  • Trânsito apenas no sentido ascendente à Av. Miguel Bombarda
  • Criação de dois sentidos de circulação no arruamento situado nas traseiras da Rua Francisco Franco.
  • Alteração de sentido na Rua Francisco Franco, concretamente, no troço de ligação à Av. Miguel Bombarda.
II Fase (duas semanas) :
  • A obra decorrerá parcialmente na Av. General Humberto Delgado
  • Corte de trânsito em direcção à Av. Miguel Bombarda.
III Fase (1 mês) :
  • A obra decorrerá na Av. Miguel Bombarda (entre os entroncamentos da Av. General Humberto Delgado e da Calçada Bica da Costa)
  • Restabelecimento do trânsito na Av. General Humberto Delgado.

sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010

Estações da Linha de Sintra concessionadas à CP

A REFER esclareceu hoje que todas "as estações da Linha de Sintra, com excepção da estação do Rossio, estão concessionadas à empresa CP - Comboios de Portugal."

Apesar do logotipo da REFER estar presente na maior parte das estações, a gestão das mesmas não é feita pela REFER.

Estação de Queluz-Belas a degradar-se

A estação de Queluz-Belas encontra-se com graffitis que promovem a violência, cabines telefónicas sem telefones que promovem a insegurança e luzes exteriores na estação desligadas que provocam a falta de iluminação.

Estas questões foram enviadas ao Ministério das Obras Públicas, ANACOM e CP. Aguardam-se respostas.

Iluminação Pública desligada


A Câmara Municipal de Sintra, quando contactada sobre o problema de iluminação na Rotunda João Crisóstomo de Sá junto à Estação de Queluz-Belas, respondeu que "a zona em referência irá ser contemplada com 3 novos postes de iluminação pública, integrados na empreitada que decorre na Avenida Miguel Bombarda em Queluz."

A Câmara esclareceu ainda que "os focos integrados nos muretes de vedação da estação são alimentados através de um quadro eléctrico existente do edificio da Estação da CP."

O Cidadania Queluz verificou que há cerca de um ou dois anos, estes focos de luz foram desligados e a rotunda ficou às escuras. Já alguns focos que se mantiveram acesos encontram-se sem funcionar por falta de substituição das lâmpadas.

Junta de Freguesia de Queluz já aprovou Grandes Opções do Plano de 2010

A Junta de Freguesia de Queluz já aprovou e publicou as Grandes Opções do Plano para o ano de 2010. No GOP2010 pode verificar-se que foi inscrito como objectivo a "comemoração do 13º aniversário da passagem da Vila de Queluz à categoria de Cidade, juntamente com as restantes freguesias da Cidade."

Este ano pode verificar-se finalmente a comemoração do aniversário desde que as Juntas de Freguesia de Massamá, Monte Abraão e Queluz cheguem a um acordo.

Conhecer Queluz

A Junta de Freguesia de Queluz vai arrancar também um projecto no sentido de "promover visitas guiadas pelos pontos históricos da Cidade, favorecendo a aproximação dos Queluzenses à sua Cidade."

AMES continua a receber subsídio

A Junta de Freguesia de Queluz revela os apoios financeiros às instituições, no entanto, não os fundamenta no GOP2010. A Junta de Freguesia continua a subsidiar com mais dinheiro a Agência de Energia de Sintra do que as instituições de carácter social da freguesia de Queluz.

Grandes Opções do Plano da freguesia de Massamá

Nas Grandes Opções do Plano de 2010 da Junta de Freguesia de Massamá pode verificar-se que é a Junta de Freguesia da cidade que está mais dependente da Câmara Municipal de Sintra. Contudo, tem um plano de objectivos mais elaborado do que a Junta de Freguesia de Queluz.

No GOP, a Junta de Freguesia de Massamá propõe à Câmara a "obrigatoriedade dos proprietários de lotes existentes, inseridos ou no perímetro da malha urbana consolidada, de colocarem uma placa indicativa de "Propriedade Privada" e de manter a limpezza dos mesmos, particularmente nas situações de depósito de entulhos."

O vazamento de entulhos preocupa a Junta de Freguesia de Massamá, sobretudo nos terrenos anexos à Rua S. Francisco Xavier e à Rua Serrado da Bica.

Aniversário da cidade não está presente no GOP2010

A Junta de Freguesia de Massamá, ao contrário da Junta de Freguesia de Queluz, não inscreveu nas Grandes Opções do Plano a comemoração do 13º aniversário da cidade de Queluz.

quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

Grande superfície comercial nasce em Monte Abraão sem estar licenciada

A construção de um supermercado ao lado do Bairro 1º de Maio já começou e segundo fontes na obra, a mesma não terá sido licenciada pela Cãmara Municipal de Sintra.

Polícia Municipal de Sintra, Câmara Municipal de Sintra e vereação já têm conhecimento : resta actuarem e dar informação sobre as suas acções.

A Junta de Freguesia de Monte Abraão já se manifestou contra esta construção. A presidente da Junta de Freguesia refere que vai aumentar o trânsito, diminuir os espaços de estacionamento, aumentar a degradação das estradas de Monte Abraão e trazer prejuízos ao pequeno comércio que pode morrer.

A Junta de Freguesia de Monte Abraão pondera recorrer a todos os meios legais para que esta obra não avance.

Supermercado poderá ser do Grupo Aldi

O supermercado a ser construído em Monte Abraão pode pertencer ao grupo Aldi (Albrecht-Discount). Trata-se de uma rede de supermercados com sede na Alemanha e presente em mais de 10 países europeus.

Contactámos a Câmara Municipal de Sintra, ALDI Internacional e a Nelcivil, empresa construtora, no sentido de se ter mais informações sobre esta construção. Aguardam-se respostas.

Mapa : cidade de Queluz já tem mais de 15 supermercados


Ver Supermercados em Queluz num mapa maior

Edição de Dezembro do Correio da Cidade de Queluz já saiu

A edição de Dezembro do Correio da Cidade destaca a vontade dos moradores e comerciantes de Massamá Norte em pertencerem à Junta de Freguesia de Massamá.

Como é habitual, o Correio da Cidade destaca os problemas dos pequenos comerciantes da cidade referindo que a crise no comércio está a afectar a cidade.

No desporto destaca-se a recondução de João Cardoso à frente do JOMA, que denuncia que o futuro não está nas mãos do clube. O JOMA defende que o município deveria facultar-lhe instalações próprias para poder crescer.

A edição de Dezembro já está disponível online.

Rupturas de água em Monte Abraão devem acabar dentro de 3 anos

Há 12 anos que a Junta de Freguesia de Monte Abraão pressiona a Câmara Municipal de Sintra no sentido dos SMAS de Sintra remodelarem a rede de abastecimento de águas.

Segundo a Junta de Monte Abraão, desde a passada 5ª feira, dia 14 de Janeiro, ocorreram 15 rupturas de condutas de distribuição de água do SMAS Sintra." A Av. Soldado Joaquim Luís, a Praceta 1º de Maio, a Rua Luís de Camões, a Rua Pedro Alexandrino e a Praceta Henrique Pousão foram afectadas.

A Junta de Freguesia refere que tratam-se de "situações bastante desagradáveis e que causam enormes prejuízos à população, principalmente aos comerciantes."

Concurso Público para a remodelação da rede de abastecimento já foi publicado

No dia 7 de Outubro de 2009 foi publicado em Diário da República, com o aviso número 4740/2009, o Concurso Público 01EP09. Trata-se de uma empreitada que visa a "remodelação da Rede de Abastecimento de Água em Monte Abraão" com o valor previsto de quatro milhões e cem mil euros.

O concurso tinha um prazo de 45 dias para a recepção de candidaturas. Findo esse prazo falta saber-se o vencedor do concurso e falta os SMAS Sintra ajududicarem a obra ao vencedor.  A partir do dia da adjudicação o empreiteiro tem 900 dias para a concluir, ou seja, dois anos e meio.

Descrição do objecto do contrato:

A empreitada visa a remodelação da rede de abastecimento de água em Monte Abraão, na Freguesia com o mesmo nome. Trata-se de uma obra que engloba a reabilitação global da rede de distribuição e de parte da adução, incluindo a substituição das tubagens existentes ( Na sua grande maioria em fibrocimento, que se encontram fragilizadas e que originam roturas frequentes), construção de caixas, em betão armado, destinadas à instalação dos equipamentos de manobra e segurança e que contemplam a possibilidade da futura instalação dos equipamentos destinados à implementação das Zonas de Medição e Controlo e à remodelação de todos os ramais servidos pelas condutas a substituir. Tendo em conta que os trabalhos se irão realizar numa zona urbana, com grande densidade de tráfego e com reduzido espaço disponível no subsolo, devido às restantes infraestruturas que ali se encontram instaladas, o projecto, prevê que cerca de 30% das condutas sejam instaladas com recurso a tecnicas de Relining e Perfuração destrutiva, que dispensam a abertura de vala.

Critério de Adjudicação:
Mais baixo preço.

Juri do Concurso Público:
Director do Gabinete de Estudos e Planeamento, Engº Jorge Vilela, que presidirá; Chefe da Divisão de Fiscalização, Engª Paula Costa, que substituirá o presidente nas suas faltas ou impedimentos; e Engº António Carlota, como membros efectivos. Como membros suplentes: Engª Elsa Ferreira e Engº Jorge Figueiredo.

quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

Escolas do concelho ganham autonomia para as pequenas obras

As escolas da cidade e do concelho ganharam este mês autonomia face à EDUCA, empresa municipal. Esta autonomia consiste na disponibilização de um montante anual para pequenas obras, fundos que são transferidos da Câmara Municipal de Sintra.

As direcções executivas passam a ter uma nova responsabilidade:  "encontrar resposta eficaz e eficiente para as situações que impliquem uma normal e corrente reparação de instalações e equipamentos escolares."

O critério da distribuição do fundo está relacionado com o número de alunos de cada instituição. No caso do 2º e 3º ciclo a Câmara transfere anualmente 14€ por cada aluno.

No caso do pré-escolar e 1º ciclo montante a transferir depende também do número base de alunos. As escolas com menos de 100 alunos recebem 700€, entre 100 e 150 alunos recebem 400€, entre 150 e 200 alunos recebem 200€, entre 200 e os 400 alunos recebem 100€ e com mais de 400 alunos não recebem qualquer fundo. O critério seguinte é o valor por aluno que é de 12€.

As escolas da cidade e da área de influência receberão:
(verba base : verba por aluno : total)


Agrupamento de Almargem do Bispo NIPC 600072045
Total: 10.352€
  • EB1/JI Albogas : 700€ : 396€ : 1.096€
  • EB1/JI Almargem do Bispo 700€ : 756€ : 1.456€
  • EB1/JI Aruil de Baixo 700€ : 576€ : 1.276€
  • EB1 Camarões 700€ : 192€ : 892€
  • EB1/JI Dona Maria 700€ : 984€ : 1.684€
  • EB1/JI Negrais 700€ : 804€ : 1.504€
  • EB1/JI Sabugo 200€ : 2.244€ : 2.444€

Agrupamento de Casal da Barota NIPC 600068862
Total: 7.292€

  • EB1/JI Belas 100€ : 3.588€ : 3.688€
  • EB1/JI Xutaria 100€ : 3.504€ : 3.604€

Agrupamento D. Pedro IV NIPC 600083187
Total: 6.492€

  • EB1/JI Massamá 0€ : 6.492€ : 6.492€

Agrupamento Mário Cunha Brito NIPC 600078876
Total: 11.892€

  • EB1 Belas 1 700€ : 1.116€ : 1.816€
  • EB1 Belas 2 700€ : 1.164€ : 1.864€
  • EB1/JI Belas 2 400€ : 1.392€ : 1.792 €
  • EB1/JI Quinta da Fonteireira 100€ : 4.164€ : 4.264€
  • EB1/JI Venda Seca 700€ : 516€ : 1.216€
  • JI Belas 700€ : 240€ : 940€

Agrupamento Galopim de Carvalho NIPC 600078906
Total: 16.432€

  • EB 2.3 Prof. Galopim Carvalho 0€ : 11.004€ : 11.004€
  • EB1 Belas 5 700€ : 1.164€ : 1.864€
  • EB1/JI Pego Longo 200€ : 2.124€ : 2.324€
  • JI Serra da Silveira 700€ : 540€ : 1.240€

Agrupamento Professor Egas Moniz NIPC 600083411
Total: 13.744€

  • EB 2,3 Prof. Egas Moniz 0€ : 6.664€ : 6.664€
  • EB1 Massamá 2 0€ : 7.080€ : 7.080€

Agrupamento Queluz
Total: 13.060€

  • EB1 Queluz 2 0€ : 6.240€ : 6.240€
  • EB1/JI Pendão 0€ : 4.920€ : 4.920€
  • JI Queluz 700€ : 1.200€ : 1.900€

Agrupamento Ruy Belo NIPC 600082814
Total: 10.780€

  • EB1/JI Monte Abraão 0€ : 8.064€ : 8.064€
  • EB1/JI Monte Abraão 2 100€ : 2.616€ : 2.716€

Agrupamento Prof. Agostinho da Silva NIPC 600079538
Total: 19.788€

  • EB 2.3 Prof. A. Silva 0€ : 10.486€ : 10.486€
  • EB1 Casal de Cambra 2 100€ : 3.348€ : 3.448€
  • EB1/JI Casal de Cambra 1 100€ : 4.560€ : 4.660€
  • JI Casal de Cambra 700€ : 492€ : 1.192€
O protocolo entre a Câmara Municipal de Sintra e os Agrupamentos de Escolas já foi assinado no dia 15 de Janeiro e já deverá ter entrado em vigor.

Equinócio organiza caminhadas na Matinha de Queluz

A Equinócio, cultura de acção, organiza caminhadas na Matinha de Queluz entre os dias 23 de Janeiro e 21 de Março. A caminhada dura uma manhã e no passeio irá à procura de cogumelos.

com a duração de três horas e meia e uma distância de dois quilómetros pode ficar a conhecer mais sobre a Matinha de Queluz.

o valor da caminhada é 26,25 € por adulto e 13,15 € por criança dos 8 aos 12 anos. Esta actividade é acompanhada em permanência por técnicos de aventura especializados.

Esta actividade tem o apoio da Câmara Municipal de Sintra.

O maior ninho de pombos da cidade de Queluz

Na Rua Conde Almeida Araujo, junto à Junta de Freguesia de Queluz, existe um edifício que pode conter vários ninhos de pombos.

O edifício encontra-se abandonado por completo e ao que se sabe não reside ninguém no mesmo.

As portas e janelas do rés-do-chão encontram-se fechadas com muros de tijolo, no entanto, os andares superiores e telhado estão ocupados por pombos.

Este edifício não pertence à Câmara, no entanto, a Câmara Municipal de Sintra refere que "irão ser desenvolvidas um conjunto de acções tendentes à resolução das questões de insalubridade."

Falta de água na cidade de Queluz : saiba onde e a que horas

Hoje e amanhã vai faltar a água na cidade de Queluz. Segundo os SMAS Sintra, hoje serão instalados marcos de incêndio, enquanto amanhã a interrupção é justificada por "obras na rede de águas."

Ruas afectadas hoje (20 de Janeiro) entre as 09H00 e as 10H00:
  • Rua Fernão Mendes Pinto (da Rua dos Moinhos até à Praceta Acácio Barreiros)
  • Praceta Fernando da Fonseca
  • Praceta Miradouro
Ruas afectadas amanhã (21 de Janeiro) entre as 08H30 e as 12H30:
  • Avenida Miguel Bombarda (edifícios ímpares do n.º 27 ao n.º 157)
  • Praceta Humberto da Cruz
  • Rua Francisco Franco
  • Praceta António João Lobato
  • Praceta Santos Dias
  • Largo Forteé Rebelo
  • Calçada do Moinho de Vento
  • Rua Bastos Nunes
  • Rua João Crisóstomo de Sá
  • Estrada das Águas Livres
  • Rua Padre António Vieira
  • Rua Dom Pedro III
  • Rua do Sol
  • Rua do Moleiro
  • Rua Fernão Mendes Pinto
  • Rua Tomás da Costa
  • Rua dos Moinhos
  • Largo Alto dos Moinhos
  • Escadinhas Cláudio Carneiro
  • Praceta Teixeira Lopes
  • Praceta D. Maria Amélia de Sousa
  • Rua Luís Simões
  • Rua Scarlatti
  • Rua José António Narciso
  • Impasse Tristão Vaz Teixeira
  • Impasse Gonçalo Velho Cabral
  • Rua Dr. José Alberto Ferraz
  • Impasse Pêro da Covilhã
  • Impasse João Fernandes Labrador
  • Impasse Gaspar Corte Real
  • Praceta do Miradouro
  • Praceta Fernando da Fonseca

terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

Câmara Municipal de Sintra reorganiza-se

A nova Estrutura Nuclear da Câmara Municipal de Sintra, aprovada em Assembleia Municipal de 26/11/2009, foi publicada hoje em Diário da República. A partir de amanhã entra em vigor.

O Cidadania Queluz disponibiliza a anterior e a nova estrutura.

A Câmara passará a ter os seguintes serviços administrativos nucleares:

Direcção Municipal Administrativa e de Polícia Municipal
  • Departamento de Assuntos Jurídicos e Administrativos
  • Departamento de Polícia Municipal

Direcção Municipal de Planeamento e Urbanismo
  • Departamento de Planeamento Urbano
  • Departamento de Urbanismo

Direcção Municipal de Obras e Gestão Urbana
  • Departamento de Ambiente, Serviços e Gestão Urbana
  • Departamento de Obras Municipais

Gabinete Municipal de Auditoria, Participações Municipais e Assuntos Metropolitanos e Comunitários
Gabinete Municipal de Apoio aos Órgãos Municipais
Gabinete Municipal de Apoio ao Munícipe e Controlo de Processos
Gabinete Municipal de Relações Públicas, Internacionais e de Comunicação
Departamento de Recursos Humanos
Departamento de Administração Financeira e Patrimonial
Departamento de Contratação Pública
Departamento de Cultura, Turismo, Juventude e Desporto
Departamento de Educação
Departamento de Prospectiva e Desenvolvimento Estratégico


As divisões e núcleos serão os serviços na estrutura flexível. A estrutura fléxivel é criada por deliberação do Órgão Executivo municipal. A Câmara Municipal de Sintra, no preâmbulo da nova estrutura, entende que "serão adoptados critérios e procedimentos caracterizadores de uma gestão moderna e flexível, no sentido de uma mais racional gestão dos recursos, da melhor fundamentação e agilização dos processos de tomada de decisão e de um melhor acompanhamento das actividades de carácter estratégico para o desenvolvimento do concelho."

Homem detido depois de cometer crime em Queluz

A Directoria de Lisboa e Vale do Tejo da Polícia Judiciária identificou e deteve um homem de 32 anos pela "presumível autoria da prática de crimes de roubo qualificado e detenção de arma proibida."

O assalto aconteceu em Abril de 2009, quase há um ano, e segundo a PJ, foi um crime com ameaça de uma arma de fogo.

De madrugada, o detido mais dois elementos (ainda não identificados) abordaram a vítima que se encontrava dentro da sua viatura. Sob a ameaça de uma arma de fogo obrigaram-na a abrir as portas.

Os criminosos introduziram-se na viatura e roubaram o auto-rádio, dois telemóveis e dinheiro.

O único detido "vai ser sujeito a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coacção tidas por adequadas."

segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Bernardino Soares em Queluz com propostas para o PIDDAC

Bernardino Soares estará amanhã na cidade de Queluz onde apresentará as propostas do PCP para o PIDDAC - Orçamento Geral de Estado 2010.

Esta iniciativa insere-se num conjunto de acções que o PCP se encontra a realizar sobre as propostas apresentadas na Assembleia da República.

Às 7H45, o PCP fará a distribuição de um documento junto à Extensão Lusíadas do Centro de Saúde de Queluz. Às 8H30 fará a mesma distribuição junto ao Hospital Amadora-Sintra.

No concelho de Sintra, a saúde pode ser assim uma das prioridades nas propostas da CDU para o PIDDAC.

Pedro Ventura, adjunto do vereador da CDU na Câmara Municipal de Sintra, Lino Paulo, líder da bancada da CDU na Assembleia Municipal de Sintra e Manuel Guedelha, eleito da CDU no executivo da Junta de Freguesia de Queluz também estarão nesta iniciativa.

Recorde-se que no orçamento de Estado de 2009, a cidade de Queluz não teve qualquer verba inscrita no PIDDAC.

Homem que caiu no rio Tejo vive em Queluz

Nuno Miguel Leitão tem 37 anos e vive em Queluz. Ontem, enquanto pescava na Doca de Santos, teve um ataque epilético e caiu no rio Tejo.

Segundo o Correio da Manhã, Nuno Leitão vive em Queluz, tem mulher,  tem uma filha de 4 anos e trabalha numa empresa em Alfragide como gráfico.

A Marinha conduz as buscas que entretanto estão suspensas desde as 18H50 de ontem. As buscas recomeçam novamente assim que houver luminosidade. Os meios da marinha são:
  • Seis mergulhadores
  • Três embarcações
Nuno Leitão está desaparecido desde ontem. O alerta foi dado aos Sapadores Bombeiros de Lisboa com uma chamadas às 12H59.

domingo, 17 de Janeiro de 2010

Ciclo de vida das estradas da cidade pode estar a terminar

Uma grande percentagem do pavimento das estradas na cidade de Queluz pode estar a terminar o seu ciclo de vida. Algumas ruas e avenidas podem já ter o seu pavimento em ruína.

Um facto é que as estradas com mais circulação da cidade e da área de influência já começam a apresentar sinais de ruína do pavimento. Noutras estradas os buracos já começam a ser permanentes, apesar dos remendos colocados.

Investimento em reabilitação rodoviária

A Av. José Régio, a Av. Elias Garcia, a R. Dom Pedro IV são algumas das estradas que estão a precisar de repavimentação. Desconhece-se contudo como a Câmara Municipal de Sintra faz a gestão viária da cidade de Queluz e área de influência.

Aplicação online podia ser criada

Uma aplicação online com os dados de construção da estrada, o seu ciclo de vida previsível, as intervenções que sofreu, projectos, etc, poderia ser criada. Esta aplicação poderia permitir aos cidadãos apontar falhas na construção, buracos etc.

Através de uma transparência na gestão, a Câmara Municipal de Sintra poderia organizar o trabalho (prioridades) do Departamento de Obras Municipais e ao mesmo tempo dar meios aos cidadãos para verificar e apontar sugestões ao seu trabalho.

Hoje a reabilitação acontece de forma casuística e é divulgada através deste boletim a mostrar obra.

sábado, 16 de Janeiro de 2010

Media Capital prepara-se para construir Cidade do Cinema em terrenos de reserva agrícola

A AICEP já recebeu a candidatura do projecto "Cidade do Cinema" a projecto PIN que se encontra em análise," respondeu o Ministério do Ambiente ao Grupo Parlamentar Os Verdes.

Este projecto é apoiado pela Câmara Municipal de Sintra. Apesar deste apoio, Fernando Seara recusou comentar a notícia do dia 11 de Janeiro do Correio da Manhã.

Segundo Os Verdes, este Projecto prevê a instalação de equipamentos junto à Serra da Carregueira, entre os aglomerados da Raposeira, Casal da Mata, Sabugo e Vale de Lobos, totalizando a área aproximada de 200 hectares, sendo que 50 hectares estão inseridos em área de REN e os restantes 150 hectares em área de RAN. Apenas se for considerado Projecto de Interesse Nacional se poderá permitir que se avance com este projecto nestes terrenos.

Bernardo Bairrão: "Ainda este ano"

Em declarações ao Correio da Manhã, Bernardo Bairrão, administrador da Media Capital, referiu esperar "que comecem a construção dos edifícios, ainda este ano."

O fim da Serra da Carregueira

Apesar de ser o terceiro pulmão da Grande Lisboa, a seguir à serra de Sintra e a Monsanto, prevê-se que a cidade do cinema e a casa das selecções avancem com o apoio da Câmara Municipal de Sintra.

Guilherme Dias defende via rápida sobre o rio Jamor na cidade de Queluz

Foi publicado um vídeo onde Guilherme Dias, presidente da Junta de Freguesia de Belas é entrevistado. O presidente da Junta de Freguesia de Belas defende um projecto já chumbado pelo INAG e que não prevê qualquer valorização e naturalização do rio.

Trata-se de um novo traçado que quer o presidente da Junta de Freguesia de Queluz como o presidente da Junta de Freguesia de Belas (ambos socialistas) têm defendido.  Os presidentes defendem a criação de uma via rápida desde a rotunda do Jamor a Belas que na freguesia de Queluz fica sobre o rio Jamor.

A prioridade do presidente da Junta de Freguesia de Belas é a estrada que faz a ligação da vila de Belas à cidade de Queluz sem dar cumprimento ao Plano Verde que prevê um corredor verde no rio Jamor em vez de uma estrada.

De recordar ainda os efeitos funestos que o entubamento do rio Jamor pode trazer caso haja uma precipitação acima do normal. Projectos da Câmara para o local já foram chumbados por duas vezes no INAG.

Onde se poderia criar uma ciclovia e equipamentos colectivos, as Juntas de Fregueisa pretendem a criação de uma via rápida. Solução que além de ir contra o parecer do INAG vai também contra o Plano Verde. O comércio local na Avenida Miguel Bombarda, já debilitado, pode ainda ser afectado pois a Avenida perderá o trânsito e clientes da vila de Belas, da freguesia de Casal de Cambra e de Almargem do Bispo.

Proprietário do terreno abandonado disponível para cedência gratuita

No vídeo divulgado pelo PS, Guilherme Dias alerta para a cedência gratuita do proprietário, quando a Câmara Municipal de Sintra tem poderes legais para expropriar o terreno. Por estar em leito de cheia é proibida a construção e recorde-se que a lei da água já permite à Câmara Municipal de Sintra expropriar aqueles terrenos por estarem a 50 metros do rio Jamor. Recorde-se também o total estado de abandono dos terrenos.

Menos transportes e mais estradas

A solução das Juntas de Freguesia pode contribuir ainda mais para que a cidade de Queluz se transforme num subúrbio onde cada prédio passa a ter uma via rápida à porta. A solução de se manter o traçado da estrada (reabilitado e com passeios) com a criação de um transporte colectivo eléctrico pode nem sequer estar a ser ponderada.

Projecto nunca foi discutido publicamente

Apesar da existência da internet, quer a Junta de Freguesia de Queluz como a Junta de Freguesia de Belas nunca publicaram o projecto nem permitiram a sua discussão com todos os factos, estudos e pareceres: os chumbos do INAG, o perigo de cheias, o plano verde, o ecossistema do rio Jamor, a questão da valorização da cidade, a destruição do aqueduto que vai desde o Pendão até ao Palácio, a promoção dos transportes colectivos e da bicicleta e o declínio do comércio local.

Predador da lagarta do pinheiro em desvantagem

Na cidade de Queluz têm existido casos de ninhos de lagartas de pinheiro que à falta de predadores, proliferam nas ruas, jardins e por vezes sobem aos prédios.

Segundo o biólogo Francisco Barros, a lagarta do pinheiro tem predadores, no entanto, estão em desvantagem. Os principais predadores da lagarta do pinheiro são quatro das nossas espécies de chapins:  Chapim-real (Parus major), Chapim-azul (Parus cearuleus), Chapim-de-poupa (Parus cristatus) e Chapim-carvoeiro (Parus ater).

Estas aves, apesar de terem alimento, estão a perder a vantagem no ecossistema. O facto de se abaterem árvores velhas na cidade leva a que os chapins não tenham habitat de nidificação. Os chapins necessitam de cavidades de árvores para nidificar que só existem nas árvores velhas.

Sinais de aparecimento da lagarta do pinheiro


A lagarta do pinheiro tem quatro fases de desenvolvimento:
  1. Ovo
  2. Lagarta
  3. Casulo
  4. Borboleta

A borboleta deixa ovos nas árvores (ninhos), sobretudo nos pinheiros, que depois se transformam em lagartas. As lagartas saem dos ninhos em fila para fazerem um casulo. Do casulo nasce uma borboleta e todo o ciclo se repete.

Nas árvores (pinheiro bravo, silvestre, laríceo, o manso, insígne, pinheiro de Alepo) deve ter-se especial atenção aos meses de verão e alertar a Câmara para o aparecimento destes ninhos. A sua destruição pode evitar o aparecimento das lagartas no fim do Inverno.

A lagarta é a única fase de desenvolvimento perigosa para os animais e humanos. As lagartas do pinheiro têm pêlos urticantes que produzem alergias cutâneas, oculares e respiratórias.

Segundo a Liga Portuguesa dos Direitos do Animal, os animais domésticos, em contacto com as as lagartas do pinheiro "processionárias", chegam a correr risco de vida.

Os cães, curiosos, costumam cheirar as lagartas do pinheiro, o que pode provocar a morte dos tecidos afectados pelos pêlos urticantes. Existem casos em que foi necessário o abate dos animais de estimação.

sexta-feira, 15 de Janeiro de 2010

Assembleia de Freguesia de Casal de Cambra discute orçamento de 2010

Hoje, às 21H00, no Edifício Sócio-Cultural de Casal de Cambra, discute-se o Plano de Actividades e Orçamento de 2010 da Junta de Freguesia de Casal de Cambra.

Ordem de trabalhos da sessão:
  1. Informações;
  2. Análise da situação financeira relaiva a 30 de Novembro de 2009;
  3. Discussão e votação do plano de actividades e orçamento 2010;
  4. Atribuição de designação toponímica;
  5. Discussão e votação do Mapa de Pessoal 2010;
  6. Discussão e votação do protocolo a celebrar entre a Junta de Freguesia e a Câmara Municipal de Sintra para implementação do Espaço Jovem.
Antes da discussão e votação dos pontos acima referidos existe um periodo de intervenção dos cidadãos.

O Edifício Sócio-Cultural de Casal de Cambra fica na Rua de Bragança, nº1, no Parque Urbano.

Malaica: Câmara altera horário de estabelecimento após várias reclamações

Na reunião privada da Câmara Municipal de Sintra, do dia 21 de Dezembro de 2009, foi deliberado que o estabelecimento Malaica na Avenida Miguel Bombarda (Nº191) fechasse mais cedo.

Na proposta nº 119-P/2009, subscrita pelo presidente da autarquia e aprovada por unanimidade, foi determinado que o estabelecimento comercial fechasse às 22H00 em vez de encerrar às 00H00 como acontecia anteriormente.

A Câmara Municipal de Sintra justificou esta decisão no facto de ter "recebido diversas reclamações provenientes de particulares e de forças policiais, denunciando excesso de ruído interior e exterior o qual tem posto e continuará manifestamente a pôr em causa a segurança e a qualidade de vida dos residentes na área do estabelecimento."

Junta de Freguesia recruta licenciado em Animação Cultural

A Junta de Freguesia de Massamá publicou um aviso em Diário da República onde dá início ao procedimento concursal para recrutar um técnico superior por 12 meses.

O candidato terá de ser licenciado em Animação Cultural e Educação Comunitária e a Entrevista de Avaliação de Competências conta 60% e a curricular conta 40% não existindo qualquer prova escrita. Na Entrevista de Avaliação de Competências o critérios é a avaliação "sobre comportamentos profissionais directamente relacionados com as competências consideradas essenciais para o exercício da função."

Após pesquisa verifa-se que apenas um estabelecimento no país tem o curso de Animação Cultural e Educação Comunitária. A maior parte dos cursos tem apenas a denominação de Animação Sociocultural, pelo que se desconhece se a Junta de Freguesia de Massamá permitirá a candidatura a licenciados noutros estabelecimentos.

Na página da Junta de Freguesia apenas foi publicado este edital em vez de ter sido publicado o aviso em Diário da República com todas as condições do procedimento concursal.

Segundo o Mapa de Pessoal de 2010, a Junta de Freguesia de Massamá tem 15 funcionários, 7 de natureza permanente e 8 de natureza temporária.

Joaquim Raposo é arguido em processo com nove anos : há risco de prescrição

O reeleito presidente da Câmara Municipal da Amadora, Joaquim Raposo, e Gabriel Oliveira, vereador "da Gestão Urbanística" são arguidos num processo que averigua se existiu corrupção no município.

O processo está a ser conduzido pelo DIAP Lisboa e segundo a TVI, único orgão de informação a noticiar o caso, já se prolonga há 9 anos. O processo corre o risco de prescrição e só agora Joaquim Raposo foi notificado para ser inquirido.

Em 2004 e 2005, o presidente da câmara, vários vereadores e empreiteiros tinham já sido objecto de buscas. Há 5 anos a PJ apreendeu vários documentos e computadores.

O DIAP Lisboa demorou mais de 5 anos após as buscas a notificar os arguidos e só agora, Joaquim Raposo e vários empreiteiros, foram notificados.

Felícia Cabrita, no jornal Sol, conduziu uma investigação jornalística sobre o processo. A notícia tem como título: "Empresa da mãe de Sócrates citada no processo de corrupção na Amadora"

Joaquim Raposo é presidente da FAUL

O actual presidente da Câmara Municipal da Amadora, eleito com maioria absoluta, é também líder da FAUL, estrutura do Partido Socialista que representa as secções concelhias da Área Metropolitana de Lisboa.

Joaquim Raposo, ao jornal SOL, afirmou hoje que irá recandidatar-se à presidência da FAUL.

quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

Lagartas do Pinheiro em Monte Abraão

Em Dezembro de 2008 foram avistadas várias lagartas do pinheiro na rua de Goa em Massamá. Este ano foram avistadas em Monte Abraão. Desconhece-se que medidas e formação a Câmara dá aos técnicos no combate a esta praga urbana da cidade de Queluz.

As lagartas foram avistadas esta semana por detrás dos CTT Queluz perto da igreja de Monte Abraão. As lagartas processionárias já tinham saído dos seus ninhos pelo que se pode concluir que a Câmara não destruiu os ninhos previamente.

Recorde-se que as lagartas do pinheiro são extremamente prejudiciais à saúde dos humanos e dos animais. A Câmara Municipal de Sintra chegou a criar um cartaz para o efeito, mas ainda não se verificou a distribuição do mesmo na cidade de Queluz.

Debate em torno do filme "Milk" em Queluz

No dia 16 de Dezembro (sábado), Sérgio Vitorino, activista do movimento LGBT, estará na Sala Multiusos da Junta de Freguesia de Queluz, onde apresentará e comentará o filme "Milk."

A iniciativa é organizada pelo Bloco de Esquerda e acontece depois da aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Assembleia da República.

O Filme & Debate tem início às 16H30 na Sala Multiusos da Junta de Freguesia de Queluz, R. dos Combatentes da Grande Guerra, 40, R/C, Queluz.

A entrada é livre.

Câmara Municipal de Sintra não se candidatou aos fundos do QREN para o rio Jamor

No âmbito dos fundos do QREN foi criado o Programa Operacional Temático de Valorização do Território.

O programa previa a superação de um conjunto significativo de constrangimentos ao desenvolvimento económico e social do país, de natureza e dimensão estrutural, cuja ultrapassagem é essencial para a criação de condições propícias ao crescimento e emprego, apostando na qualificação dos portugueses, na promoção de elevados e sustentados níveis de competitividade económica e na qualificação do território.

Nos eixos prioritários estava a prevenção, gestão e monitorização de riscos naturais e tecnológicos.

Tratava-se de um eixo que previa fundos para a "retirada de estruturas físicas em áreas de risco de canais, linhas de água e zonas sensíveis lagunares, bem como o reforço de diques e motas e de margens de águas dominiais. Acções de relocalização de infra-estruturas situadas em áreas de risco.

A Câmara Municipal de Sintra poderia ter efectuado uma candidatura a este eixo no âmbito da execução do Plano Verde de Sintra que prevê um corredor verde no rio Jamor. Mas não o fez.

A Divisão de Assuntos Metropolitanos e Comunitários da Câmara Municipal de Sintra esclareceu hoje que "não foi apresentada nenhuma candidatura relativa" ao corredor verde do rio Jamor.

Município de Vila Franca de Xira não seguiu exemplo de Sintra

Enquanto a Câmara Municipal de Sintra nem sequer se candidatou, a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira submeteu uma candidatura que foi aprovada.

No rio Crós-Cós, em Alverca, serão investidos 5,7 milhões de euros dos quais 4,2 milhões de euros serão fundos de coesão do QREN. A autarquia apenas investirá 1,5 milhões.

quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010

Humidade e infiltrações obrigam ao fecho da Escola Básica Nº4 de Belas

A Escola Básica Nº4 de Belas, na zona da Idanha, esteve hoje encerrada por causa de infiltrações. As aulas só devem recomeçar a partir de quinta-feira.

António Canelas, presidente da EDUCA, disse ao Correio da Cidade que “a humidade dentro das salas é muita, os telhados estão com muita água e existem muitas salas de escolas com condensação de água.” “Em algumas escolas não se trata de chover lá dentro mas sim o facto de haver condensação e humidade.Vamos aproveitar o fim-de-semana para arejar as salas.”

O responsável adiantou ainda ao Correio da Cidade que o motivo para as infiltrações foram as fortes chuvadas de ontem, terça-feira.

A escola da rua Sociedade 22 de Maio em Belas deve ficar encerrada até quinta-feira. O contacto da escola é o 214314426.

"A Promessa" em cena no Teatroesfera a partir de 21 de Janeiro

A peça “A Promessa,” de Bernardo Santareno, estará em cena no Teatroesfera entre os dias 21 e 24 de Janeiro de 2010.

O horário é às 21H30 nas quintas, sextas e sábados. Ao sábado e domingo, às 16H30 também estará em cena.

Sinopse:

Uma qualquer pequena vila piscatória portuguesa. Uma terrível tempestade no mar, ameaça a vida de vários pescadores que tentam desesperadamente sobreviver à fúria das ondas. Na praia, no meio da aflição, um jovem casal (José e Maria do Mar) promete a Nossa Senhora manter-se em castidade após o casamento, em troca da virgem fazer chegar a terra, o velho Salvador (pai de José) são e salvo. Meses após se terem tornado marido e mulher a tensão entre ambos agiganta-se. Maria do Mar, outrora uma rapariga alegre e cheia de vida, não consegue esconder a sua revolta contra a obstinação do devoto marido em manter a promessa. Incapaz de controlar o legítimo desejo de se sentir mulher, e ser amada, Maria do Mar já não sabe até quando será capaz de ser fiel a um homem em cujos olhos, por mais que tente, já não consegue vislumbrar qualquer sinal de amor.

Valor da entrada:
6 Euros (Descontos: Munícipes de Sintra, Amigos Teatroesfera, Estudantes, Crianças até 10 anos, Reformados)

Duração:
90 minutos (C/intervalo)

Reservas:
214303404

segunda-feira, 11 de Janeiro de 2010

CDU aponta níveis de insegurança na EN117 e exige medidas imediatas

No dia 18 de Fevereiro fazem dois anos que duas mulheres faleceram na EN117, fruto das chuvas intensas que cairam na cidade de Queluz e área de influência o que levou a várias inundações em Belas.

António Filipe, deputado à Assembleia da Republica e à Assembleia Municipal de Sintra, Pedro Ventura, adjunto do vereador da CDU na Câmara Municipal de Sintra, Lino Paulo, deputado da CDU na Assembleia Municipal de Sintra, Fernando Grave, presidente da Assembleia de Freguesia de Belas e Filipe Borregana, vogal da CDU na Junta de Freguesia de Belas estiveram hoje na EN117.

Segundo a CDU, "as chuvas que nos últimos dias têm caído intensamente deterioraram ainda mais esta via e agravaram os seus níveis de segurança, quer para o tráfego automóvel, quer para as pessoas que aqui circulam a pé."

A CDU Belas propõe um conjunto de medidas para "atenuar os níveis de insegurança:"
  • Consolidação do muro de sustentação que fica por debaixo do viaduto (CREL), em evidente situação de ruir a qualquer momento;
  • Demolição das ruínas de casas existentes a cerca de 100 metros deste muro, (sentido Belas – Pendão), que representam uma ameaça constante para a segurança dos transeuntes;
  • Construção de um passeio pedonal na berma, do lado do Rio Jamor, como ponto de passagem, com um mínimo de segurança das pessoas;
  • Repavimentação urgente da via no troço em referência;
  • Propor ao Grupo Parlamentar do PCP e ao Vereador da CDU que sejam questionados de imediato o Ministério das Obras Publicas e a Câmara Municipal de Sintra sobre as responsabilidades que têm nesta situação, sobre as medidas a tomar de imediato e para quando o avanço das obras de fundo projectadas desde 2003.

Humidade e bolor nas casas preocupa cidadãos

Na cidade de Queluz e em todo o pais os niveis de humidade relativa têm estado elevados em todo o mês de Dezembro. No mês passado houve pelo menos três dias em que a humidade relativa esteve nos 100%. Esta situação levou a que os desumidificadores nas principais lojas estejam esgotados.

A humidade relativa dentro das residências deve ser entre 40% a 60% e no inverno a temperatura aconselhável é de 18ºC a 20ºC. Nas lojas de electrodomésticos existem aparelhos que lhe permitem verificar a humidade e temperatura dentro da sua residência.

No Inverno, durante a noite deve fechar os estores e durante o dia deve abri-los aproveitando o sol para aquecer a casa e arejá-la.

Recorde-se que o bolor nas casas trata-se na realidade de fungos que se propagam quando existe humidade e condensação. Muitas pessoas sem saberem são alérgicas a estes fungos.

Combate à humidade/bolor nas paredes e tectos

O excesso de humidade e a condensação nas casas pode conduzir ao aparecimento de bolor nos tectos e nas paredes, sobretudo nas cozinhas e casas de banho.

Assim que o bolor aparece deve limpá-lo logo. Primeiro deve passar um pano com água morna e facilmente o bolor ficará limpo. Depois poderá passar um pano com lixíva (deverá comprar uma lixívia com o mais elevado teor de cloro para paredes e tectos brancos). Se o bolor não for limpo de imediato vai expandir-se durante todo o inverno.

No verão, se pintar as paredes e os tectos limpe bem o bolor antes, lixe as paredes e corrija as imperfeições com massa. Só depois da parede estar seca é que deve ser pintada.

Frio nas residências é principal causa

O frio nas residências é a maior causa para a existência de humidade e condensação que leva à existência de bolor.

Recorde-se que a maior parte dos desumidificadores estão esgotados nas principais lojas, quando o frio pode ser uma das causas para a condensação acontecer.

Como combater a condensação?

Na cozinha, a medida mais eficaz é a instalação do exaustor e a sua utilização sobretudo no Inverno. Evita que os vapores quentes dirijam-se contra as paredes frias no tecto e dai resulte a condensação.

A principal medida é não haver paredes frias, ou seja, a casa deve estar aquecida e com temperaturas entre os 18ºC e os 20ºC.

Matinha de Queluz, um bosque perto de si

A Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica desenvolveu o projecto Um bosque perto de si.

Neste projecto houve uma visita filmada à Matinha de Queluz no Casal dos Afonsos. A visita foi conduzida por César Garcia do Jardim Botânico da Universidade de Lisboa, Centro de Biologia Ambiental.

Ver vídeo:



ECOBRENT é a bomba de gasolina mais barata da cidade

Na cidade de Queluz e área de influência existem 8 bombas de gasolina (sem contar com posto da CREL). Em todos os tipos de combustível a ECOBRENT é a mais barata.

No gasóleo, a poupança que se tem na ECOBRENT quando comparada com a segunda mais barata é de 6 centimos por litro. Quando comparada com a mais cara a poupança é de 10 centimos por litro.

As bombas de gasolina com o combustível mais caro

As bombas de gasolina com o gasóleo mais caro da cidade de Queluz são a GALP Queluz, a GALP Massamá e a GALP Massamá Norte. Quer a GALP Massamá, como a GALP Massamá Norte pertencem ao mesmo proprietário.

A bomba de gasolina com a Gasolina 98 mais cara é a GALP Queluz-de-Baixo. Já quanto à Gasolina 95 as bombas de gasolina mais caras são novamente a GALP Massamá, a GALP Queluz e a GALP Massamá Norte.

Os dados podem ser consultados aqui.

Policiamento de proximidade só nos supermercados

Sobre a insegurança que se vive no concelho, o ano de 2010 começou com as declarações de Hugo Palma, comandante da Divisão de Sintra da PSP:

"Vamos estar onde as pessoas estão e quando estão. É em locais de grande aglomeração de pessoas, como zonas comerciais ou os transportes públicos que nós vamos incidir o nosso trabalho, locais que são mais propensos à actividade criminal."

Apesar de não estar a ser divulgada, o Cidadania Queluz tem uma petição online onde se exige mais segurança na cidade de Queluz com vários pontos específicos.

Hoje houve uma assinatura da freguesia de Queluz (das primeiras freguesias a ter a policiamento de "proximidade"):

"É uma vergonha, o que se passa em Queluz. Jovens delinquentes atacam idosos para roubarem a miséria das suas reformas. A Miguel Bombarda com as obras que decorrem desde Junho de 2009,ficou entregue aos moradores. Policia,nem vê-la. Só à porta do Minipreço.Transportes zero. As pessoas evitam passar na rua de manhá cedo e à noite.A razão é que são agredidas e roubadas."

Uma moradora desta Avenida chegou a referir a um dos membros do Cidadania Queluz que estava disponível a pagar mensalmente uma quantia para que existisse mais policiamento de forma gratificada, igual à que existe nos supermercados.

Falta de iluminação pública

Outra das queixas reside na insuficiente iluminação da cidade de Queluz nas três freguesias. Quem vem da cidade da Amadora e entra na cidade de Queluz apercebe-se de que a cidade vive quase às escuras.

Na cidade de Queluz não existe dupla iluminação nas ruas como também não existe iluminação baixa, o que resulta num sentimento maior de insegurança.

Nas obras da Miguel Bombarda foi instalada dupla iluminação, no entanto, pela largura da Avenida e pela distância dos postes verifica-se a existência de zonas escuras na entrada de alguns edifícios.

Jornais

Últimas imagens

Roteiro da cidade de Queluz

Arquivo

Blogs

Últimos documentos

Últimos comentários

Últimos artigos

Economia

Internacional

Contacte-nos através do mail@queluz.org

Voltar ao topo  

雪茄网购| 雪茄| 哈瓦那雪茄| 雪茄价格| 雪茄烟网购| 雪茄专卖店| 雪茄怎么抽| 雪茄烟| 雪茄吧| 陈年雪茄| 大卫杜夫雪茄| 保利华雪茄| 古巴雪茄品牌| 古巴雪茄| 古巴雪茄多少钱一只| 古巴雪茄专卖网| 烟斗烟丝| 小雪茄| 金特罗雪茄| 帕特加斯d4 | 蒙特雪茄| 罗密欧朱丽叶雪茄| 网上哪里可以买雪茄| 限量版雪茄| 雪茄专卖| 雪茄专卖网| 雪茄哪里买| 买雪茄去哪个网站| 推荐一个卖雪茄的网站| 雪茄烟| 古巴雪茄价格| 雪茄海淘| 雪茄网| 帕拉森雪茄|

上車盤| 搵樓| 豪宅| 校網| 居屋| 貝沙灣| 美孚新邨| 嘉湖山莊| 太古城| 日出康城| 九龍站 | 沙田第一城| 樓市走勢| 青衣| 西半山| 西貢| 荃灣|

electric bike| best electric bike| electric bikes for adults| e bike| pedal assist bike| electric bikes for sale| electric bike shop| electric tricycle| folding electric bike| mid drive electric bike| electric trike| electric mountain bike| electric bicycle| electric bike review| electric fat bike| fat tire electric bike| women's electric bike |

school| international school of hong kong| international school| school in Hong Kong| primary school| elementary school| private school| UK school| british school| extracurricular activity| Hong Kong education| primary education| top schools in Hong Kong| Preparatory| best international schools hong kong| best primary schools in hong kong| primary school hong kong| private school hong kong| british international school| extra-curricular| school calendars| boarding school| school day| Bursary| British international school Hong Kong| British school Hong Kong| English primary school Hong Kong| English school Hong Kong| International school Hong Kong| School Hong Kong| boarding school Hong Kong| best school in Hong Kong| School fees|